Revista Varejo e Oportunidades
EDIÇÃO DE ABRIL / 2013      0 comentários  
Mavenflip, publicações eletrônicas
G EST Ã O varejIstas usam ferramentas de aLto desempenho para refInar busca de cLIentes POR GERSON GENARO N o final do ano passado uma das maiores redes varejistas, a Hering, enfrentou o pesadelo da falta de produtos em suas lojas às vésperas do Natal. <br/> Com o desabastecimento, houve<br/> frustração do resultado previsto para as vendas e, como reflexo, os preços das ações negociadas em Bolsa caíram. <br/> O incidente serviu de alerta para a necessidade de se ter algum controle ou planejamento da demanda e maior sincronização na cadeia de suprimentos para não ocorrerem nem excessos de<br/> estoques onerosos e muito menos falta de produtos para vender. <br/> O episódio escancarou ainda a percepção de que existe um longo caminho para os varejistas em geral colocar 14 Varejo, Serviços & Oportunidades § ABR/MAI 2013 § a casa em ordem antes mesmo de ingressar na fase mais avançada que<br/> assume o varejo em todo o mundo, a partir da necessidade de ocorrer a integração de canais de venda para manter e ampliar a base de clientes, o novo modelo de negócio que passou a ser chamado de estratégia Omni-Channel. <br/> Na verdade estamos alguns passos atrás, a realidade do varejo brasileiro<br/> ainda é ser multicanal, não consegue enxergar o cliente como indivíduo ou por CPF, assinala Elia Chatah, especialista de soluções para o setor de varejo da SAP Brasil, com mais de 26 anos de experiência em gestão, desenvolvimento, implantação e vendas consultivas de software e projetos de tecnologia<br/> da informação. <br/> www.varejoeoportunidades.com.br As vendas acontecem nas lojas físicas, porta a porta, internet ou por catálogo como se fossem para multiclientes. <br/> Muitos ainda lutam para ter o ?cross channel?, em que o consumidor interage com múltiplos tipos de pontos de vendas de uma<br/> mesma marca, mas em termos de tecnologia ainda trabalham de forma individual. <br/> ?Omni Channel é o nirvana?, diz Chatah. <br/> Apesar da evidente defasagem, existem fortes progressos em várias frentes. <br/> utilizar técnicas estatísticas de previsão de séries temporais para melhorar a gestão de<br/> estoques e a disponibilidade de produtos nas lojas/gôndolas, para evitar perdas (consumidor encontrar os produtos que buscam) e otimizar os inventários (que geram um custo

Você precisa do Flash Player 10 para visualizar


Clique na imagem abaixo para fazer o download.

- Clique aqui para baixar o plugin Flash - Mavenflip

Navegue pelas páginas dessa edição

Página 86245 Página 85965 Página 85966 Página 85967 Página 85968 Página 85969 Página 85970 Página 85971 Página 85972 Página 85973 Página 85974 Página 85975 Página 85976 Página 85977 Página 85978 Página 85979 Página 85980 Página 85981 Página 85982 Página 85983 Página 85984 Página 85985 Página 85986 Página 85987 Página 85988 Página 85989 Página 85990 Página 85991 Página 85992 Página 85993 Página 85994 Página 85995 Página 85996 Página 85997 Página 85998 Página 85999 Página 86000 Página 86001 Página 86002 Página 86003 Página 86004 Página 86005 Página 86006 Página 86007

powered by MavenFlip, publique seus jornais e revistas online.

LADO:D